Especial – 10 anos de Curso

Especial

Uma década com conquistas e desafios

Curso de Jornalismo da UFMA Imperatriz fez história e novos lançou horizontes.

Por Gessiela Nascimento e Neroilton Araújo

Recobrar os fatos é manter vivo na memória os passos trilhados para que chegássemos até aqui. Miguel de Cervantes certa vez disse: “A história é émula do tempo, repositório dos fatos, testemunha do passado, exemplo do presente, advertência do futuro”.  Por isso, pensar nos dez anos do Curso de Comunicação Social – habilitação Jornalismo, da UFMA Imperatriz, é passear numa estrada de desafios, conquista e perspectivas.

Números do Curso

Alunos formados

Professores

Simpósios

Nota do curso

Um curso de Jornalismo, múltiplos interesses

O curso apresenta os mais variados perfis de estudantes

 

Por Ariel Rocha e Renata Coelho

 

Comunicativo, criativo e extrovertido. Esses são alguns adjetivos que surgem ao pensarmos nas características do aluno graduando em Jornalismo. É consenso que podemos encontrar no curso os mais variados perfis, desde o aluno que tinha interesse pela área até aquele que caiu decidiu mudar, pois realmente não se identificou com a profissão.  Atualmente o curso reúne 250 estudantes.

Comunicativo, criativo e extrovertido. Esses são alguns adjetivos que surgem ao pensarmos nas características do aluno graduando em Jornalismo. É consenso que podemos encontrar no curso os mais variados perfis, desde o aluno que tinha interesse pela área

Thaísa Bueno

Professora, UFMA

Comunicativo, criativo e extrovertido. Esses são alguns adjetivos que surgem ao pensarmos nas características do aluno graduando em Jornalismo. É consenso que podemos encontrar no curso os mais variados perfis, desde o aluno que tinha interesse pela área

Thaísa Bueno

Professora, UFMA

Comunicativo, criativo e extrovertido. Esses são alguns adjetivos que surgem ao pensarmos nas características do aluno graduando em Jornalismo. É consenso que podemos encontrar no curso os mais variados perfis, desde o aluno que tinha interesse pela área

Thaísa Bueno

Professora, UFMA

Comunicativo, criativo e extrovertido. Esses são alguns adjetivos que surgem ao pensarmos nas características do aluno graduando em Jornalismo. É consenso que podemos encontrar no curso os mais variados perfis, desde o aluno que tinha interesse pela área

Thaísa Bueno

Professora, UFMA

Mais que extensão, projetos que transformam

Curso de Jornalismo incentiva novas experiências coletivas dentro e fora da universidade

Por: Amanda Pires e Yasmim Costa

 

Distribuídas em todo território nacional, as universidades públicas existem para atender às necessidades do país e de sua população. As ações de extensão são uma das funções sociais da universidade, realizada por meio de um conjunto de ações dirigidas à sociedade, e devem estar vinculadas ao ensino e à pesquisa. Consultorias, ações sociais e artísticas, capacitações e eventos são características de um projeto de extensão. Os projetos de extensão do Curso de Jornalismo de Imperatriz têm como finalidade garantir valores democráticos de igualdade de direitos e de participação, o respeito à pessoa e à sustentabilidade das intervenções no ambiente.

Entrevistas

Mais qualificação no mercado

Mais qualificação no mercado

O professor Marco Antonio Gehlen detalha sua contribuição no curso e destaca a necessidade de jornalistas mais conscientes e críticos  Por Elvira Santana Doutor em Comunicação Social, o professor Marco Antônio Gehlen chegou no curso de Jornalismo da UFMA em Imperatriz...

Mais qualificação no mercado

Mais qualificação no mercado

O professor Marco Antonio Gehlen detalha sua contribuição no curso e destaca a necessidade de jornalistas mais conscientes e críticos  Por Elvira Santana Doutor em Comunicação Social, o professor Marco Antônio Gehlen chegou no curso de Jornalismo da UFMA em Imperatriz...

Mais qualificação no mercado

Mais qualificação no mercado

O professor Marco Antonio Gehlen detalha sua contribuição no curso e destaca a necessidade de jornalistas mais conscientes e críticos  Por Elvira Santana Doutor em Comunicação Social, o professor Marco Antônio Gehlen chegou no curso de Jornalismo da UFMA em Imperatriz...

Mais qualificação no mercado

Mais qualificação no mercado

O professor Marco Antonio Gehlen detalha sua contribuição no curso e destaca a necessidade de jornalistas mais conscientes e críticos  Por Elvira Santana Doutor em Comunicação Social, o professor Marco Antônio Gehlen chegou no curso de Jornalismo da UFMA em Imperatriz...

Por onde andam nossos jornalistas?

Parte dos egressos trabalha na área ou concilia atividades com outras motivações, aponta pesquisa feita no curso

Por Denise Falcão e Aleilton Santos

Segundo levantamento do projeto de pesquisa “Perfil profissional do jornalismo”, realizado pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), em 2012, o número de profissionais com registro profissional na área do Jornalismo era de 145 mil em todo o Brasil. Apesar da mudança em 2009, quando deixou de ser obrigatória a exigência de formação superior na área, as empresas continuam a valorizar os profissionais proativos que dominam as várias nuances da prática jornalística.

Entrevistas

Mais qualificação no mercado

Mais qualificação no mercado

O professor Marco Antonio Gehlen detalha sua contribuição no curso e destaca a necessidade de jornalistas mais conscientes e críticos  Por Elvira Santana Doutor em Comunicação Social, o professor Marco Antônio Gehlen chegou no curso de Jornalismo da UFMA em Imperatriz...

Mais qualificação no mercado

Mais qualificação no mercado

O professor Marco Antonio Gehlen detalha sua contribuição no curso e destaca a necessidade de jornalistas mais conscientes e críticos  Por Elvira Santana Doutor em Comunicação Social, o professor Marco Antônio Gehlen chegou no curso de Jornalismo da UFMA em Imperatriz...

Mais qualificação no mercado

Mais qualificação no mercado

O professor Marco Antonio Gehlen detalha sua contribuição no curso e destaca a necessidade de jornalistas mais conscientes e críticos  Por Elvira Santana Doutor em Comunicação Social, o professor Marco Antônio Gehlen chegou no curso de Jornalismo da UFMA em Imperatriz...

Mais qualificação no mercado

Mais qualificação no mercado

O professor Marco Antonio Gehlen detalha sua contribuição no curso e destaca a necessidade de jornalistas mais conscientes e críticos  Por Elvira Santana Doutor em Comunicação Social, o professor Marco Antônio Gehlen chegou no curso de Jornalismo da UFMA em Imperatriz...

Por onde andam nossos jornalistas?

Parte dos egressos trabalha na área ou concilia atividades com outras motivações, aponta pesquisa feita no curso

Por Denise Falcão e Aleilton Santos

Segundo levantamento do projeto de pesquisa “Perfil profissional do jornalismo”, realizado pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), em 2012, o número de profissionais com registro profissional na área do Jornalismo era de 145 mil em todo o Brasil. Apesar da mudança em 2009, quando deixou de ser obrigatória a exigência de formação superior na área, as empresas continuam a valorizar os profissionais proativos que dominam as várias nuances da prática jornalística.

Criação do Curso

10/11/2006

Criação do Curso

Recobrar os fatos é manter vivo na memória os passos trilhados para que chegássemos até aqui. Miguel de Cervantes certa vez disse: “A história é émula do tempo, repositório dos fatos, testemunha do passado, exemplo do presente, advertência do futuro”.  Por isso, pensar nos dez anos do Curso de Comunicação

Chegada da Thaísa

06/04/2010

Chegada da Thaísa

Recobrar os fatos é manter vivo na memória os passos trilhados para que chegássemos até aqui. Miguel de Cervantes certa vez disse: “A história é émula do tempo, repositório dos fatos, testemunha do passado, exemplo do presente, advertência do futuro”.  Por isso, pensar nos dez anos do Curso de Comunicação